"Temos equipa e vontade para alterar o paradigma político no Porto Moniz", garante Raimundo Silva

A candidatura 'Mais para o Porto Moniz' entregou, hoje, no Tribunal do Funchal, a sua Lista de candidatos aos diferentes órgãos locais que concorrem às próximas Eleições Autárquicas, numa ocasião em que o candidato pela coligação PSD/CDS à...

A candidatura 'Mais para o Porto Moniz' entregou, hoje, no Tribunal do Funchal, a sua Lista de candidatos aos diferentes órgãos locais que concorrem às próximas Eleições Autárquicas, numa ocasião em que o candidato pela coligação PSD/CDS à Presidência da Câmara Municipal, Raimundo Silva, fez questão de sublinhar a sua confiança na vitória a 26 de setembro. “É evidente que estamos a trabalhar para vencer as próximas Eleições e temos, neste momento, uma equipa preparada, envolvida e motivada para superar esse desafio, em nome de um concelho que já viu serem adiadas muitas oportunidades, ao longo destes últimos oito anos e que, sem dúvida, merece mais”, afirmou, na oportunidade, Raimundo Silva, garantindo que tudo fará para fazer parte das soluções que faltam ao Porto Moniz e que, na maioria dos setores, considera fáceis de alcançar. “Basta que exista vontade política e de trabalhar em parceria, algo que atualmente não acontece”, frisou. Reiterando o seu compromisso e da sua equipa em nome do futuro do Porto Moniz, Raimundo Silva é taxativo ao afirmar que “é preciso governar com outra proximidade às populações e é preciso saber ouvir e ir ao encontro daquilo que são as necessidades e expetativas de quem vive no concelho e em cada uma das freguesias, numa postura que falta e que tem faltado nos últimos anos”. Uma postura que, sublinha, torna-se essencial “para termos, neste concelho, projetos ajustados ao que as pessoas esperam de nós e, não, projetos que muitas vezes não têm qualquer efeito nem na satisfação nem na qualidade de vida e bem-estar dos cidadãos e ainda menos na estabilidade e crescimento social e económico do concelho”. Assumindo que irá governar “com as populações e para as populações do Porto Moniz”, o candidato garante que, caso venha a ser eleito Presidente da autarquia, esse será também um dos seus objetivos, o de ouvir e de trabalhar em conjunto com as populações, com as instituições e associações locais e, no fundo, com todas as forças vivas do concelho. “Todos têm uma palavra a dizer e um contributo a prestar na evolução que defendemos”, reforça. “Tanto do ponto de vista social quanto do investimento que era preciso atrair para o concelho e de obras que podiam ter sido concretizadas com vista a gerar emprego, foram muitas as oportunidades que se perderam nos últimos anos, oportunidades essas que pretendemos agarrar, trabalhando para que o Porto Moniz não seja um Município fechado sobre si mesmo mas, sim, aberto a todas as soluções e a todas as parcerias que se revelem positivas para as nossas gentes”, garante Raimundo Silva, que se diz empenhado em mudar a forma como se governa neste concelho, “muitas vezes de costas viradas para quem tem as soluções para os nossos problemas”. Vincando que as principais necessidades já estão identificadas e que, agora, é preciso trabalhar para que as respostas surjam e tenha efeito na população, o candidato diz-se disposto a garantir uma nova esperança para quem, hoje, não encontra oportunidades de realização pessoal ou profissional na sua terra. “Vamos trabalhar para mudar essa falta de oportunidades e vamos garantir que o interesse do Porto Moniz esteja sempre em primeiro lugar”, afiança.