Ronaldo já começou a esvaziar a garagem

A especulação em torno da permanência de Cristiano Ronaldo na Juventus subiu ontem de tom na sequência de um vídeo que mostra a retirada de alguns dos carros de luxo do craque madeirense, pela calada da noite, por uma empresa de mudanças. O...

Ronaldo já começou a esvaziar a garagem
A especulação em torno da permanência de Cristiano Ronaldo na Juventus subiu ontem de tom na sequência de um vídeo que mostra a retirada de alguns dos carros de luxo do craque madeirense, pela calada da noite, por uma empresa de mudanças. O vídeo, divulgado pelo site 'Per Sempre Calcio’, tornou-se viral em Itália, e também um pouco pelo resto do mundo através das redes sociais e meios de comunicação, com quase todos a colocarem em cima de mesa que a retirada das ‘bombas’ da casa de CR7 em Turim representa praticamente um adeus à Juventus. A mudança, tal como já foi referido, foi realizada durante a madrugada, e por uma empresa portuguesa, tendo sido avançado pela TVI que os automóveis, muitos deles avaliados em muitos milhares de euros, tinham como destino Madrid. O vídeo mostra imagens muito semelhantes às que foram captadas há cerca de três anos, pouco tempo depois de CR7 ter ido viver para Turim após trocar a ‘Juve’ pelo Real Madrid. Mas agora, em vez de mostrarem os carros a sair das caixas dos camiões, vê-se o oposto. O avançado madeirense, recorde-se, tem contrato com a ‘vecchia signora’ até ao final da próxima temporada. Mas segundo os inúmeros relatos vindos a público nos últimos meses, o vínculo poderá terminar mais cedo, sobretudo devido à periclitante situação financeira do emblema de Turim. Ronaldo aufere um salário de 31 milhões de euros por ano, o que representa um esforço muito pesado para a tesouraria da Juventus, que a exemplo de quase todos os clubes tem sido fortemente afetada pela quebra de receitas em consequência da pandemia de covid-19.