Portugueses e galegos caminham juntos em defesa da Serra d’Arga e contra o lítio

O movimento cívico SOS Serra d'Arga, em Viana do Castelo, e diversas associações culturais e de defesa do ambiente da Galiza participam no sábado numa caminhada para contestar a eventual exploração de lítio naquele território, foi hoje divulgado....

Portugueses e galegos caminham juntos em defesa da Serra d’Arga e contra o lítio
O movimento cívico SOS Serra d'Arga, em Viana do Castelo, e diversas associações culturais e de defesa do ambiente da Galiza participam no sábado numa caminhada para contestar a eventual exploração de lítio naquele território, foi hoje divulgado. Em declarações à agência Lusa, Ludovina Sousa, em representação do Movimento SOS Serra d' Arga, disse tratar-se da "primeira iniciativa conjunta com associações e coletividades galegas e que visa dar a conhecer ‘in loco' o território e património natural e construído que poderá vir a ser afetado por uma exploração mineira". A responsável acrescentou que a ação tem ainda como objetivo "fazer um levantamento fotográfico da região para, posteriormente, divulgar esse material em sessões de esclarecimento junto das populações das freguesias e concelhos que integram a Serra d'Arga". A serra d'Arga abrange uma área de 10 mil hectares, nos concelhos de Caminha, Vila Nova de Cerveira, Paredes de Coura, Viana do Castelo e Ponte de Lima, dos quais 4.280 se encontram classificados como Sítio de Importância Comunitária. Aqueles cinco municípios têm em curso o projeto "Da Serra d'Arga à Foz do Âncora", liderado pela Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, que visa a classificação da Serra d'Arga como Área de Paisagem Protegida de Interesse Municipal.