'Norberto Cruz, a caminho de Ezequiel' para ver na galeria espaçomar

A Galeria espaçomar da Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco inaugurou hoje a exposição '"Norberto Cruz, a caminho de Ezequiel" do músico, compositor, maestro e diretor artístico Norberto Cruz. Estiveram presentes nesta inauguração um...

'Norberto Cruz, a caminho de Ezequiel' para ver na galeria espaçomar
A Galeria espaçomar da Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco inaugurou hoje a exposição '"Norberto Cruz, a caminho de Ezequiel" do músico, compositor, maestro e diretor artístico Norberto Cruz. Estiveram presentes nesta inauguração um representante da junta de freguesia de S. Martinho e a vereadora da cultura da Câmara Municipal do Funchal, Madanela Nunes. Os presentes aproveitaram a ocasião para dar os parabéns à galeria pelo trabalho desenvolvido ao longo de todos estes anos e pelo apoio aos diferentes artistas que tem acolhido no seu espaço, dinamizando a cultura e as artes na cidade e na região, contribuindo desta forma para uma comunidade mais rica e mais desenvolvida. A diretora da Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco, Ana Cristina Duarte, realçou que é de facto uma grande honra fazer parte de uma escola virada para a comunidade, sensível à importância das artes e da cultura para a formação global do ser humano. Sensível à importância de promover iniciativas que apelem ao desenvolvimento da sensibilidade dos alunos, tornando-os, desta forma, conscientes da cultura local, regional e global. Criando seres fruidores das diversas formas de arte e quem sabe, futuramente, possíveis criadores. Nas palavras da professora Ana Cristina Duarte, esta é uma exposição que apela aos sentimentos através de múltiplos sentidos. Uma exposição em que Norberto Cruz nos dá a conhecer um projeto multidisciplinar de uma extraordinária beleza poética, onde se fundem diferentes formas de arte: a expressão sonora, musical, a expressão corporal e a expressão visual em diversas dimensões. Por sua vez, a vereadora da cultura, Madalena Nunes, enalteceu o papel primordial das artes e da cultura no desenvolvimento da cidade nestes difíceis dias que vivemos. Acrescentou, ainda, que são os criadores/artistas o espelho da criatividade e da inovação dentro dos condicionalismos e restrições que a situação pandémica impõe. 'Ezequiel', nas palavras de Madalena Nunes, apela à descoberta do talento de cada um e ao acreditar que esses sonhos são realizáveis. Ao terminar, relembrou que o espetáculo 'Ezequiel' estará novamente em cena no mês de dezembro no Teatro Municipal Baltazar Dias. Por fim, Norberto Cruz, realçou que 'Ezequiel' é o trazer de um sonho à realidade. Esse sonho como motor de criação, que, apesar da incerteza do caminho, é necessário trabalhar para concretizar. E nesse caminho, tantas vezes tortuoso e sinuoso, é preciso saber lidar com o não que por vezes se assume como resposta. Pois são muitas vezes essas as respostas que nos obrigam a trabalhar mais, a seguir em frente, para a concretização desses sonhos onde construímos a realidade.