Coronabonds não são solução para a crise, diz comissário europeu do Mercado Interno

O comissário europeu do Mercado Interno, Thierry Breton, afirma que devem ser encontradas alternativas de financiamento para que empresas e tecido empresarial não corram o risco de "desmoronar" durante a crise motivada pelo novo coronavírus....

Coronabonds não são solução para a crise, diz comissário europeu do Mercado Interno
O comissário europeu do Mercado Interno, Thierry Breton, afirma que devem ser encontradas alternativas de financiamento para que empresas e tecido empresarial não corram o risco de "desmoronar" durante a crise motivada pelo novo coronavírus. Breton admite a hipótese de uma solução ao nível europeu, mas que não envolverá os chamados 'coronabonds'. Na ótica do comissário, a mutualização europeia de dívida é um instrumento que "não se encaixa nesta crise". Assim, propõe, citado pela TSF, que "antes de falarmos dos instrumentos, falemos dos problemas. E, depois, decida-se como financiamos os problemas", considerando que o mais importante é a definição de um plano para cada Estado-membro. "Estou de acordo em relação ao problema. Estamos nesta fase, só temos que ter uma abordagem, mas não de cima para baixo", esclareceu, em resposta a um eurodeputado que defendeu a opção proposta por nove governos europeus, incluindo por António Costa e outros oito chefes de Estado ou de Governo, entre os quais o Presidente Francês, Emmanuel Macron ou o líder do executivo espanhol, Pedro Sanchez.